Estação Onze

Estação Onze

16,11€ 17,90€
-10%

Ler Mais

Sinopse

Um romance ousado em torno de um acontecimento que abalou o mundo, Estação Onze conta-nos a cativante história de um grupo de pessoas que arriscam tudo em nome da arte e da sociedade humana.

Kirsten Raymonde nunca conseguiu esquecer a noite em que Arthur Leander, um ator famoso, morre no palco quando representava O Rei Lear. Foi nessa fatídica noite que teve início uma pandemia de gripe que veio a destruir, quase por completo, a humanidade. 20 anos depois, Kirsten é uma atriz de uma pequena trupe que se desloca por entre as comunidades dispersas de sobreviventes a representar peças de Shakespeare e a tocar música. No entanto, tudo irá mudar quando a trupe chega a St. Deborah by the Water.

Abrangendo várias décadas e retratando de forma fulgurante a vida antes e depois da pandemia de gripe, este romance repleto de suspense e emoção confronta-nos com os estranhos acasos do destino que ligam os seus personagens. Estação Onze fala-nos das relações que nos sustentam, da natureza efémera da fama e da beleza do mundo tal como o conhecemos. - Vencedor do Arthur C. Clarke Award - Finalista do National Book Award - Finalista do PEN/Faulkner Award

Detalhes

  • Título Original Station Eleven
  • Categoria Ficção
  • Sub-categoria Fantástico/Ficção Científica/Terror
  • ISBN 9789722356329
  • Nº de Páginas 336
  • Data de Lançamento 9/2015
  • Dimensões 230 x 150 x 21 mm
  • Formato Capa Mole
  • Peso 377g

Críticas

  • «Profundamente melancólico, mas com uma escrita magnífica e nostálgica. Um livro que irei recordar durante muito tempo, e que irei reler.»George R. R. Martin
  • «É difícil imaginar um romance mais perfeito, tanto na forma como no conteúdo, neste momento literário.»The New Yorker
  • «Uma história surpreendentemente bela sobre as relações humanas num cenário de catástrofe.»The Washington Post
  • «Talvez o romance pós-apocalíptico mais absorvente e provocador que irá ler.»The Independent
  • «Um romance notável que, ao invés de nos deixar com medo do fim do mundo, nos faz apreciar a dádiva da vida quotidiana.»San Francisco Chronicle
  • «Inesquecível.»People
  • «Esplêndido.»Booklist

Prémios

  • Arthur C. Clarke Award