As Ondas do Destino

As Ondas do Destino

21,51€ 23,90€
-10%

Ler Mais

Sinopse

As Ondas do Destino - 2º volume da Saga das Caraíbas

Ilha da Jamaica, 1753. Deirdre, filha da inglesa Nora Fortnam e do escravo Akwasi, leva uma vida protegida na plantação da mãe e do pai adotivo, Doug, que a acolheu como se fosse sua.


Apesar das origens pouco claras da menina, os rapazes da ilha nunca a largam. Deirdre, no entanto, não sente o menor interesse por nenhum deles até que o jovem médico Victor Dufresne pede a sua mão.

Depois de uma esplêndida cerimónia de casamento, o casal recém-casado zarpa para Saint-Domingue, na parte francesa de Hispaniola. Os eventos que ali têm lugar vão transformar completamente as suas vidas...

Sarah Lark cria uma atmosfera surpreendente e convida-nos a sonhar com uma Caraíbas radiosas, sem deixar de mostrar a parte mais insólita e misteriosa deste paraíso tão singular como inesquecível.

Detalhes

  • Título Original Die Insel der Roten Mangroven (Livro 2)
  • Categoria Ficção
  • Sub-categoria Romance Histórico
  • ISBN 9789897543708
  • Nº de Páginas 520
  • Data de Lançamento 8/2018
  • Dimensões 234 x 151 x 40 mm
  • Formato Capa Mole
  • Peso 603g

Críticas

  • «Uma grande e intensa história cheia de sentimentos, ambientada na exótica ilha Hispaniola.» Der Spiegel
  • «É a continuação de A Ilha das Mil Fontes, onde a família continua a sua história através dos filhos nas Caraíbas, mas sofre com as reminiscências do seu passado. As plantações de açúcar e tabaco prosperam graças ao trabalho escravo, onde milhares de africanos levam uma vida de dor, sacrifício e humilhação. Os piratas espreitam com os seus ataques sanguinários, mas também são capturados e executados nas piores condições. Sarah Lark tem a capacidade de contar essas duras realidades sem tornar a leitura cruel e difícil de suportar. O seu relato permite conhecer o quotidiano, as paisagens e os sentimentos dos protagonistas, sem cair no mórbido, e sem se afastar das circunstâncias reais. Para conhecer a história, viver aventuras, aproveitar os romances. Um romance muito bom.»Silvia Santipolo