Regresso ao Inferno

Regresso ao Inferno

17,91€ 19,90€
-10%

Ler Mais

Sinopse

Depois de vinte e cinco anos a trabalhar no mundo sombrio da espionagem, Keith Landry está de regresso a casa.

Enquanto conduz pela autoestrada, a cantarolar ao som de alguns compassos de «Homeward Bound», os anos ao serviço do governo dos Estados Unidos estão rapidamente a tornar-se uma memória distante.

Está seguro. Está sozinho. E a vida nunca foi tão doce quando surgem as placas a indicar a sua cidade natal, Spencerville.

Keith Landry prometeu a si mesmo que não haveria mais violência, não haveria mais mortes. Mas um encontro casual com a namorada de infância, Annie Baxter (ex-Prentis), impede-o de cumprir essas promessas.

À medida que a paixão volta a surgir entre eles, surgem os problemas, pois Annie é casada com o xerife Baxter, um homem violento e sádico que manda em Spencerville. E ele não tolera rivais perto da sua mulher. Principalmente Keith Landry.

Detalhes

  • Título Original Spencerville
  • Categoria Ficção
  • Sub-categoria Policial/Thrillers
  • ISBN 9789897545122
  • Nº de Páginas 448
  • Data de Lançamento 10/2021
  • Dimensões 233 x 155 x 29 mm
  • Formato Capa Mole
  • Peso 525g

Citações

  • «Umas semanas antes, quando ainda admitia permanecer em Spencerville, Keith pensara em comprar um telefone celular, e ia pedir aos seus colegas de Washington que fizessem uma verificação rigorosa, assim como uma pesquisa nos registos do tribunal, para saber se alguém requerera uma escuta telefónica para sua casa. O Conselho Nacional estava tão interessado na sua segurança como ele próprio, embora por razões diferentes. »
  • «Keith guardou numa mala as coisas essenciais, sobretudo os documentos e o passaporte. Não podia levar as armas no avião, mas transportava na mala objetos como uma caneta que lançava gás, uma máquina de microfilmar, um punhal, uma cápsula de cianeto e mais meia dúzia de coisas estranhas, a maior parte das quais nunca usara, mas que se sentia obrigado a não deixar em casa. »
  • «Keith ouviu um ruído na porta e, antes de poder reagir, viu-a abrir-se, o som da madeira à volta do ferrolho a ser estilhaçada e, um segundo depois, Cliff Baxter entrava no quarto de arma em punho.»
  • «E agora ali estava, passado um quarto de século, novamente junto dos degraus do pórtico. As imagens da família desvaneceram-se, deixando-o com uma inesperada tristeza. «Bem», disse para consigo, «estou em casa, embora mais ninguém cá esteja.» Subiu os poucos degraus, tirou a chave do bolso e entrou.