Isabel I

Isabel I

18,81€ 20,90€
-10%

Ler Mais

Sinopse

O percurso de Isabel I é longo e sinuoso.

Filha de Henrique VIII e da segunda mulher, Ana Bolena, passa a infância e a adolescência num clima de medo, que acaba por lhe moldar o carácter. A constante tensão em que vive prolonga-se pelo seu reinado, com ameaças frequentes de invasão, rebeliões e planos para o seu homicídio.

Rodrigo Lopes, médico português, chega a Londres na época em que Isabel I sobe ao trono, fugindo da perseguição aos cristãos-novos em Portugal. Rapidamente se estabelece na capital inglesa e torna-se médico da rainha, que admira profundamente e com quem acaba por desenvolver uma amizade.

Quando o rei português, D. Sebastião, desaparece em Alcácer Quibir, deixando o trono à mercê de Espanha, todas as atenções se centram em Portugal. Os dois reinos têm agora um inimigo comum, Filipe II de Espanha.

Rodrigo Lopes torna-se uma peça essencial, trazendo à rainha informações secretas sobre o que se passa no país onde nasceu. Só que o médico deixa-se levar pela ambição e acaba por cair numa teia de conspirações e traições da qual nem a mulher mais poderosa de Inglaterra o conseguirá salvar.

Neste romance, baseado numa intensa pesquisa histórica e em acontecimentos reais, Isabel Machado leva-nos até à corte de Isabel I, a mais intrigante e poderosa rainha de Inglaterra.

É uma trama recheada de intriga, conspiração e espionagem, em que a traição está ao virar da esquina, mas também de paixão e sedução, com o romance intenso e turbulento de Isabel I com Robert Dudley, o seu eterno favorito, no cerne da ação.

Detalhes

  • Título Original Isabel I
  • Categoria Ficção
  • Sub-categoria Romance Histórico
  • ISBN 9789899087460
  • Nº de Páginas 520
  • Data de Lançamento 10/2022
  • Dimensões 235 x 155 x 30 mm
  • Formato Capa Mole
  • Peso 613g

Citações

  • «A soberana fascinava-o desde a primeira vez em que a vira, de passagem, semanas depois de chegar a Inglaterra, no dia em que foi coroada, e ficara embriagado pela loucura da multidão que aclamava a jovem monarca.»
  • «Como numa coreografia bem ensaiada, as damas de companhia mais próximas de Isabel, as únicas que acompanhavam os seus momentos íntimos, entraram para confirmar que nada faltava num dos rituais preferidos da soberana: o banquinho junto à banheira, as toalhas e as duas túnicas de linho, uma para o banho, a segunda para enxugar o corpo, que nunca se expunha, e os chinelos de seda bordados, prontos a calçar.»
  • «Este reino terá uma patroa e nenhum patrão.»
  • «Isabel nem sabia o que era mais angustiante, se o perigo da batalha, se a espera por um conflito que podia destruir o reino e levá-la ao cadafalso. A agonia arrastava-se havia semanas, com a confirmação de que a Armada Invencível estava pronta para largar de Lisboa e a partida era esperada a qualquer momento.»
  • «Enquanto Robert se questionava como lhe iria tirar aquela ideia da cabeça e os outros o olhavam, pensando que só ele o poderia fazer, Isabel pediu, antes de os deixar: