Carrinho

Rui Miguel Tovar

Rui Miguel Tovar

Rui Miguel Tovar (n. 1977) começou a trabalhar no jornal desportivo Record a 1 de novembro de 1995, dia de um Panathinaikos, 0, FC Porto, 0, para a Liga dos Campeões.

Mais tarde, foi coordenador de desporto do jornal i. Ao longo destes 20 anos ligados ao jornalismo, aventurou-se num outro tipo de escrita com os livros: Almanaque do Benfica (2003), Almanaque da Selecção (2004), Almanaque do Euro-2004 (versão inglesa), Almanaque do Sporting (2005), 366 Histórias de Futebol (2011), Almanaque do FC Porto (2011), 101 Cromos da Bola (2012), Almanaque do Benfica (reedição, 2012), Almanaque do Benfica (edição, 2014) e Dicionário Sentimental de Futebol (2015).

Ver todos os artigos