O Dia em Que Escapámos aos Nazis

O Dia em Que Escapámos aos Nazis

13,41€ 14,90€
-10%

Ler Mais

Sinopse

Inédita e comovente, esta é a história de 40 crianças e jovens judeus que fogem da Alemanha nazi e se refugiam em Itália… até ao dia em que têm de tentar escapar outra vez.

É um dia de verão e estamos em 1942. Quarenta crianças e jovens judeus chegam à estação de Nonantola, perto de Modena, em Itália. Fugiram da Alemanha nazi, com a ajuda de Recha Freier, e dirigiam-se à Palestina, mas a guerra troca-lhes as voltas: primeiro vão para a Croácia, depois Eslovénia e finalmente Itália.

Ali chegados, ficam no solar Emma, fora da cidade. O pior parece ter ficado para trás: há aulas, várias atividades, e os mais velhos aprendem ofícios. Entre aquele grupo está Natan, um menino que, ao início, desconfia de tanta generosidade. Dentro dele, estão muito vivas as memórias do pai a desaparecer, do adeus à mãe e ao irmão mais novo. Mas ali não há estrelas amarelas nos casacos, não há guetos, não há o grande medo da noite.

Porém, a 8 de setembro de 1943, as tropas nazis começam a chegar a Nonantola, e o grupo do solar Emma tem de tentar escapar novamente. Desta vez, não estão sozinhos, têm uma comunidade inteira a ajudá-los. Mas como poderão enganar as tropas de Hitler? De que forma conseguirão fugir? O padre de Nonantola tem um plano, um engenhoso plano, em que toda a aldeia terá de participar.

Esta tocante história, baseada em acontecimentos reais e narrada por uma criança, emociona-nos, dá-nos esperança e faz-nos acreditar num mundo onde todos, juntos, podemos construir algo melhor.

Detalhes

  • Título Original 40 Cappotti e un botonne
  • Categoria Ficção
  • Sub-categoria Romance Histórico
  • ISBN 9789722370417
  • Nº de Páginas 160
  • Data de Lançamento 1/2023
  • Dimensões 230 x 150 x 15 mm
  • Formato Capa Mole
  • Peso 228g

Opiniões

Baseado em 1 opinião Partilhar Opinião

Customer Reviews

Based on 1 review
0%
(0)
100%
(1)
0%
(0)
0%
(0)
0%
(0)
M
Maria José (@leraospoucos)
Emocionante

Não é mais um livro sobre a segunda guerra mundial. É mais um livro sobre o amor no coração dos homens.

Sobre o que algumas pessoas estão dispostas a arriscar e a sacrificar para ajudar os outros.

Sobre crianças que perderam tudo, a pátria, a casa, a família… que só se tinham uns aos outros e ao desgosto dentro deles.

Durante a 2a guerra mundial membros da associação Youth Aliah, fundada por Recha Freire, salvaram cerca de 7000 crianças judias.

Este livro conta-nos a história verdadeira de um grupo dessas crianças e jovens, que foram enviados para a Villa Emma, em Nonantola, para fugirem ao seu destino e alcançarem a liberdade. Pelos olhos de Natan, uma personagem fictícia, seguimos o percurso de fuga e vemos como viveram na pequena localidade

É um livro que transmite muita esperança e um testemunho muito emotivo, que nos faz sentir a generosidade de toda a população, que protegeu as crianças como se fossem suas.

Tenho pena de não terem mantido o título original: 40 casacos e 1 botão. É muito expressivo e representa mais o espírito do livro.

É daquelas histórias que nos enche o coração e tenho a certeza que também vos vai emocionar.