A Morte de um Apicultor

A Morte de um Apicultor

13,41€ 14,90€
-10%

Ler Mais

Sinopse

Lars Westin está a morrer; embora se recuse a ler a carta enviada pelo hospital, que confirma o seu diagnóstico, ele sabe que tem cancro e que não irá viver até ao final da primavera seguinte.

Não aceita, porém, entregar o tempo que lhe resta ao espaço impessoal de um hospital, preferindo tomar o controlo do seu próprio destino e prosseguir com a sua vida solitária e reflexiva.

Abandona a carreira de professor e inicia uma nova vida como apicultor. Prescindindo de qualquer tratamento médico, Lars continua a sua vida simples e recolhida, na sua casa de campo, em pleno cenário rural sueco.

Esta é uma história sobre a vida, em particular a vida que antecede a morte.É sobre como, com a linguagem, se esconde a verdade. É sobre a forma como a dor pode revelar o nosso verdadeiro eu.

Detalhes

  • Título Original Der Tod eines bienenzüchters
  • Categoria Ficção
  • Sub-categoria Romance Contemporâneo
  • ISBN 9789897544729
  • Nº de Páginas 192
  • Data de Lançamento 10/2015
  • Dimensões 233 x 155 x 13 mm
  • Formato Capa Mole
  • Peso 247g

Citações

  • «A dor é uma paisagem. E, claro, voltou no domingo à noite, não veio de repente, mas paulatinamente, aos poucos, como um cão que avança farejando um trilho.»
  • «Foi tudo tão inesperado que demorei anos a perceber o que tinha realmente acontecido. Aconteceu simplesmente que tive uma experiência radicalmente nova, que desconhecia por completo: o amor.»
  • «Esta dor ardente não é, claramente, mais do que a medida exata das forças que mantêm este corpo. É a medida exata da força que permitiu a minha existência. Na verdade, a vida e a morte são coisas INACREDITÁVEIS.»
  • «Se esta carta contém a minha morte, recuso-a. Não devemos querer nada com a morte.

Críticas

  • «Gustafsson é um escritor omnipresente e universal.»World Literature Today
  • «Este livro vai agarrar o leitor e, seguramente, comovê-lo.»Scandinavian Books
  • «Uma obra indispensável na literatura mundial.»John Updike