As Primeiras Vítimas de Hitler

As Primeiras Vítimas de Hitler

Em busca da justiça
10,14€ 16,90€
-40%

Ler Mais

Sinopse

<p align = justify>Em 1933, durante um período de seis semanas dramáticas, um homem correu contra o tempo para expor os nazis como assassinos na véspera do Holocausto. Esta é a história espantosa de <b><i>As Primeiras Vítimas de Hitler</i></b>. <BR><BR> No dia 13 de Abril de 1933, às nove da manhã, o procurador-adjunto Josef Hartinger recebeu um telefonema solicitando a sua presença no recém-inaugurado Campo de Concentração de Dachau, onde quatro presos tinham sido alvejados a tiro. Os guardas SS falaram em tentativa de fuga mas o que Hartinger encontrou - uma jaula de arame farpado no meio de um deserto industrial, cadáveres atirados sem cerimónia para um paiol, ferimentos de bala a curta distância nas cabeças dos quatro judeus - convenceu-o de que algo estava terrivelmente errado. <BR><BR> <b><i>As Primeiras Vítimas de Hitler - Em Busca Da Justiça</i></b> é a história dos esforços heroicos de Hartinger para denunciar a natureza criminosa do regime nazi antes de ser tarde de mais. <b>É a história de um homem disposto a sacrificar tudo na demanda da justiça quando as portas da justiça começam a fechar-se.</b>

Detalhes

  • Título Original Hitler's First Victims
  • Categoria Ficção
  • Sub-categoria Romance Histórico
  • ISBN 9789898752451
  • Nº de Páginas 276
  • Data de Lançamento 3/2015
  • Dimensões 230 x 150 x 17 mm
  • Formato Capa Mole
  • Peso 354g

Críticas

  • «Um livro magnífico, arrebatador, uma história edificante contada de uma forma extraordinária.»Richard Bernstein, autor de Dictatorship of Virtue
  • «Uma obra fundamentada numa pesquisa histórica exemplar e profundamente perturbadora.»Alan Riding, autor de And the Show Went On
  • «Extraordinário. A pesquisa que o autor fez é magnífica e os novos pormenores que acrescenta fazem com que o leitor sinta que está a observar os primeiros passos da epidemia nazi ao microscópio. Isto é a História a materializar-se à nossa frente.»Robert Littell, autor de The Company
  • «Perturbador e pungente. Permite-nos pensar que, se mais alemães tivessem tido a coragem de se rebelar, talvez tivesse sido possível parar tudo aquilo.»David Margolick, autor de Beyond Glory
  • «Impressionante e incontornável.» Raymond Bonner, autor de Anatomy of Injustice