FECHAR

perm_identity Login
     Ajuda

LIVRO ADICIONADO A LISTA DE DESEJOS

OOPS, TEM QUE FAZER LOGIN PRIMEIRO

LIVRO ADICIONADO
NOVIDADES
PROMOÇÕES
perm_identity AUTORES
Apoio Escolar
Arte
Culinária e Vinhos
Dicionários
Ficção e Literatura
Gestão e Economia
História
Infantis-Juvenis
Lazer
Línguas Estrangeiras
Não Ficção e Ensaio
Pedagogia
Plantas e Animais
Religião, Espiritualidade e Auto-Ajuda
Saúde e Família
recent_actors  COLEÇÕES
library_books  SÉRIES
  PRESENÇA
  MANUSCRITO
  JACARANDÁ
  MARCADOR
library_books AJUDA
CONTACTOS
SAIR




Provo-te
[quantas vezes posso morrer de amor?]
por Catarina Beato

   
ver opiniões >    escreva a sua opinião >


17,50€   IVA incluido
          Esgotado

MAIS SOBRE ESTE LIVRO MAIS SOBRE O LIVRO



Aos 14 anos acreditava que todas as histórias de amor eram como nos filmes de domingo à tarde. Demorei algum tempo a digerir a desilusão de que, na vida real, as histórias não são exatamente como nos filmes. Ou a desilusão de nunca me ter calhado uma história como essas. É mais fácil pensar que não existem histórias como nos filmes do que aceitar que nunca nos cruzámos com a nossa. Optei pela primeira hipótese.

Dizem que morrer de amor é a melhor sensação do mundo. Eu detesto morrer de amor. Anos e anos de psicanálise permitem-me saber que não aguento nada que não posso controlar. Morrer de amor é alguma coisa entre um ataque de pânico e um orgasmo.

A autora do blog Dias de uma Princesa e do livro Dieta das Princesas fala sobre 12 cidades, 12 receitas e 12 histórias de amor em Provo-te - Quantas Vezes Posso Morrer de Amor




Subtitulo[quantas vezes posso morrer de amor?]
Data de publicação02-04-2015
colecçãoMarcador Literatura
número na coleção67
Edição1
Número de páginas208
ISBN9789897541728
Dimensões155 * 235
Peso429




Catarina Beato
Catarina Beato, mãe de três filhos, é uma eterna adolescente existencialista que descobriu o sentido da vida quando foi mãe. Tem 38 anos - quase licenciada em Economia - e faz aquilo que mais gosta: escrever. O blogue Dias de uma Princesa nasceu a seguir ao seu primeiro filho. Depois decidiu perder peso, mudar de vida e ser mais feliz, e, nesse processo, escreveu um diário a que chamou Dieta das Princesas. Depois publicou Provo-te. E foi assim, bem consigo e com a vida, que se apaixonou perdidamente e casou com o seu grande amor.

ver mais






AJUDE OS LEITORES INDECISOS
COM A SUA OPINIÃO!







RECEBA DESCONTOS E NOVIDADES




Siga-nos         

FORMAS DE PAGAMENTO E SEGURANÇA