Utilizamos cookies para lhe oferecer um serviço melhor. Continue a navegar ou saiba mais.


Adicionar ao carrinho

19,90 €

Nº na Coleção: 656
Data 1ª Edição: 16/03/2017
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-5978-8
Nº de Páginas: 512
Dimensões: 150x230mm

Opiniões em Blogues

Adicionar à lista
Adicionado à lista:
Visualizações: 1546
Presente em:
1 lista de recomendação

 

Partilhar:
.
O Poder das Pequenas Coisas
por Jodi Picoult (Autor)

Ruth Jefferson é uma enfermeira obstetra com mais de vinte anos de experiência. Um dia, durante o seu turno, começa uma avaliação de rotina a um recém-nascido. Minutos depois é informada de que lhe foi atribuído outro paciente. Os pais do bebé são supremacistas brancos e não querem que Ruth, afro-americana, toque no seu filho. O hospital acede a esta exigência, mas no dia seguinte o bebé enfrenta complicações cardíacas. Ruth está sozinha na enfermaria. Deve ela cumprir as ordens que lhe foram dadas ou intervir? O que se segue altera a vida de todos os intervenientes e põe em causa a imagem que têm uns dos outros.

Com uma empatia, inteligência e simplicidade notáveis, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão num livro magistral sem respostas fáceis. O Poder das Pequenas Coisas vai ser adaptado ao cinema, com Viola Davis e Julia Roberts nos principais papéis.


Seja o primeiro a comentar este livro
Notícias
Citações
  • «O romance mais importante de Jodi Picoult. Irá desafiar os leitores e reforçar o debate sobre racismo e preconceito.» | The Washington Post
  • «Uma leitura empolgante do princípio ao fim, como Jodi Picoult já nos habituou. Este romance mantém um ritmo rápido e constante, difícil de interromper.» | San Francisco Book Review
  • «Nenhum livro poderia ser mais oportuno do que este. Uma história que me obrigou a analisar as minhas próprias convicções e preconceitos.» | Metro
  • «Este livro é perturbador e comovente, mas absolutamente brilhante. Merece ser lido por um público vasto.» | Sun
  • «Jodi Picoult é a melhor na sua arte, e a tolerância é aquilo que melhor faz.» | Sunday Telegraph