FECHAR

perm_identity Login
     Ajuda

LIVRO ADICIONADO A LISTA DE DESEJOS

OOPS, TEM QUE FAZER LOGIN PRIMEIRO

LIVRO ADICIONADO
NOVIDADES
PROMOÇÕES
perm_identity AUTORES
Apoio Escolar
Arte
Culinária e Vinhos
Dicionários
Ficção e Literatura
Gestão e Economia
História
Infantis-Juvenis
Lazer
Línguas Estrangeiras
Não Ficção e Ensaio
Pedagogia
Plantas e Animais
Religião, Espiritualidade e Auto-Ajuda
Saúde e Família
recent_actors  COLEÇÕES
library_books  SÉRIES
  PRESENÇA
  MANUSCRITO
  JACARANDÁ
  MARCADOR
library_books AJUDA
CONTACTOS
SAIR




O Idiota
por Fiódor Dostoiévski

   
ver opiniões >    escreva a sua opinião >


23,90€   IVA incluido


MAIS SOBRE ESTE LIVRO MAIS SOBRE O LIVRO



Publicado por volta de 1868-1869, O Idiota é, porventura, dos cinco grandes romances de Dostoiévski, o mais perfeito na composição, no estilo, no aprofundamento dos carateres. Foi também de todos os romances do autor, o mais incompreendido na sua época. Dostoiévski pretende, segundo as suas próprias palavras, «criar a imagem do homem positivamente bom», uma encarnação da beleza, da bondade e da humildade, figura de herói entre Dom Quixote e Cristo, mostrando o que pode acontecer a um homem assim, em contacto com a realidade. protagonizado por Míchkin, o príncipe de cuja boa vontade todos procuram aproveitar-se, neste livro como em tantos outros romances do autor, são dramatizados os problemas sociais, filosóficos e morais da época. tratamento a que o génio de Dostoiévski confere uma força e uma amplitude que fazem de O Idiota uma obra intemporal.
Nina Guerra e Filipe Guerra foram os vencedores do Prémio Especial Tradutor - Prémios de Edição LER/Booktailors 2012.







Data de publicação01-01-2016
colecçãoObras de Fiódor Dostoiévski
número na coleção3
Edição10
Número de páginas640
ISBN9789722327664
Dimensões155 * 235
Peso916




Fiódor Dostoiévski
Fiódor Dostoiévski, nascido em Moscovo em 1821, foi um dos grandes precursores da mais moderna forma de romance, exemplificada em Marcel Proust, James Joyce, Virginia Woolf, entre outros.

Filho de um médico militar, aos 15 anos é enviado para a Escola Militar de Engenharia de S. Petersburgo. Aí, desperta-lhe a vocação literária ao entrar em contacto com escritores russos e com a obra de Byron, Victor Hugo e Shakespeare. A sua estreia na literatura acontece em 1846 com a obra Gente Pobre. Foi condenado à morte em 1849, por implicação numa suspeita conjura revolucionária. A pena foi-lhe comutada para trabalhos forçados na Sibéria, tendo sido amnistiado em 1855. A partir desta data inicia-se o período de atividade literária mais intensa com a publicação de algumas das suas obras mais importantes, entre elas Crime e Castigo (1866), O Jogador (1866), O Idiota (1869), Demónios (1872) e Os Irmãos Karamázov (1879-1880).

Dostoiévski faleceu em S. Petersburgo em 1881.


ver mais



OPINIÕES

0 em 5 estrelas



de Anónimo em 2018

Ainda hoje se confunde bondade e humildade com idiotice. Isto é, só os verdadeiramente Idiotas é ...

Ainda hoje se confunde bondade e humildade com idiotice. Isto é, só os verdadeiramente Idiotas é que podem fazem tamanha confusão. Adorei este livro, não o deixem escapar.





de Anónimo em 2018

Este mundo nunca foi dos humildes e eu temo que nunca deixe de ser dos arrogantes (aqueles que se ac...

Este mundo nunca foi dos humildes e eu temo que nunca deixe de ser dos arrogantes (aqueles que se acham de primeira). O livro é fantástico. Um dos melhores que eu até hoje li. Recomendo a todos.





AJUDE OS LEITORES INDECISOS
COM A SUA OPINIÃO!




OUTROS LIVROS DE FIÓDOR DOSTOIÉVSKI




RECEBA DESCONTOS E NOVIDADES




Siga-nos         

FORMAS DE PAGAMENTO E SEGURANÇA