Utilizamos cookies para lhe oferecer um serviço melhor. Continue a navegar ou saiba mais.


Adicionar ao carrinho

14,90 €

Editora: Manuscrito
Data 1ª Edição: 08/09/2016
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-88-1859-1
Nº de Páginas: 224
Dimensões: 155x233mm
Adicionar à lista
Adicionado à lista:
Visualizações: 1751
Presente em:
1 lista de favoritos

 

Partilhar:
.
Episódios da História de Portugal que Não Aconteceram Bem Assim...
por Ricardo Raimundo (Autor)

Acredita que D. Afonso Henriques bateu na mãe, que Martim Moniz morreu entalado no portão durante a conquista de Lisboa e que Santo António é padroeiro de Lisboa e São João do Porto? Pensa que Egas Moniz se colocou aos pés do imperador espanhol, vestido com um hábito de penitente e com uma corda ao pescoço?
Acha que o milagre das rosas da nossa Santa Isabel aconteceu tal como aprendemos na escola, que D. Pedro mandou desenterrar D. Inês de Castro e que a padeira de Aljubarrota existiu? Terá sido D. Nuno Álvares Pereira um verdadeiro patriota e Salazar um homem casto e poupado? Jura a pés juntos que o galo de Barcelos é um símbolo nacional, cuja origem se perdeu no tempo?
Então leia com toda a atenção este livro. Ao longo destas páginas, Ricardo Raimundo reúne um conjunto de episódios da história de Portugal que não aconteceram bem assim como nos contaram. Episódios basilares da nossa identidade que nunca tiveram lugar, milagres que nunca viram a luz do dia, factos e acontecimentos mal explicados, figuras e heróis criados a posteriori, mitos inventados anos ou até séculos depois, frases atribuídas a quem não as disse….
Episódios da História de Portugal que Não Aconteceram Bem Assim... é um relato divertido e surpreendente sobre a história de Portugal que nunca nos contaram!

«São um conjunto de 40 histórias, distribuídas ao longo de quatro capítulos.
A estrutura de cada episódio é idêntica e começa por apresentar o mito ou a versão corrente do acontecimento, para em seguida demonstrar a realidade dos factos, de acordo com o estado atual da questão, tentando sempre explicar como surgiu esse equívoco, mito ou erro.
O objetivo, se é que nos podemos dar a essa presunção, é simples: convidar o leitor a embarcar na fantástica aventura que é a História de Portugal, distinguido a verdade dos factos.»


Seja o primeiro a comentar este livro
Citações
  • «Muitos dos lisboetas das últimas três ou quatro gerações, que se habituaram a passear no Castelo de São Jorge, nem sequer imaginam que há pouco mais de meio século aquele suposto testemunho do passado da cidade pura e simplesmente não existia.» | Ricardo Raimundo, Episódios da História de Portugal que Não Aconteceram Bem Assim…
  • «Apesar de Portugal ter sido um dos pioneiros no movimento abolicionista, manda o rigor histórico que se diga que não foi o primeiro país a abolir a pena de morte. Além disso, o castigo capital em questões militares, só em 1976 é que foi eliminado.» | Ricardo Raimundo, Episódios da História de Portugal que Não Aconteceram Bem Assim…