Utilizamos cookies para lhe oferecer um serviço melhor. Continue a navegar ou saiba mais.


Adicionar ao carrinho

17,90 €

Coleção: Jovem Adulto
Nº na Coleção: 1
Data 1ª Edição: 05/11/2015
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-5710-4
Nº de Páginas: 380
Dimensões: 140x210mm

Opiniões em Blogues

Adicionar à lista
Adicionado à lista:
Visualizações: 1817
Presente em:
2 listas de recomendações
5 listas de favoritos

 

Partilhar:
.
Cartas de Amor aos Mortos
por Ava Dellaira (Autor)

Após a trágica morte da irmã mais velha, Laurel sente o mundo ruir. Com a separação dos pais, tem de viver com a tia, uma católica fervorosa que lhe impõe rígidas normas de comportamento.

Numa aula de Inglês, a professora desafia os alunos a escreverem uma carta a alguém que já morreu. Laurel dirige a primeira carta a Kurt Cobain, porque a irmã adorava esse cantor. A partir daí, sucedem-se missivas endereçadas aos seus ídolos do cinema, da música e da literatura – todos mortos.

Nas cartas, Laurel aborda facetas cativantes dos seus ídolos e partilha momentos marcantes da própria vida, dos novos amigos ao primeiro amor.

Contudo, continua atormentada pelo passado, e apenas poderá libertar-se quando enfrentar o mistério que envolve a morte da irmã.


Comentários:
"“Cartas de Amor aos Mortos” é uma viagem aos tempos loucos e difíceis da adolescência em que não sabemos quem somos e tudo o que queremos é encontrar-nos.
É uma história simples com personagens fascinastes. Adorei este livro e mal posso esperar por ler outros de Ava Dellaira!

https://contosdefadas-anaferreyra.blogspot.pt/2016/08/opiniao-cartas-de-amor-aos-mortos-de.html"
colocado por Ana Ferreyra, em 30/8/2016
Gostou deste comentário? Sim Não
"Quando me disseram que este livro tinha cartas que uma rapariga escrevia às pessoas que já tinham morrido, disse é doida... Mas resolvi insistir e li. De início, custou um pouco porque achei que a história não tinha desenvolvimento nenhum, mas lá para 20ª carta, é que se começa a perceber o porquê de a Laurel escrever para as pessoas que já tinham morrido, para além de ser um trabalho de casa, ela acaba por desabafar com pessoas que não conhece, mas que admira, e fala da sua irmã que já morreu e também do que se passa do dia a dia, tendo arranjado como maneira de desabafar. É um livro interessante e quando começamos a perceber a morte da irmã de Laurel é que percebemos o porquê dela ser assim.

aviciadadoslivros.blogspot.pt"
colocado por Ana Bernardes, em 22/6/2016
Gostou deste comentário? Sim Não
Citações
  • «As personagens de Ava Dellaira são autênticas e muito bem construídas.» | The Horn Book Magazine
  • «As dificuldades e os sucessos de Laurel e dos seus amigos são impressionantes. Ver Laurel aprender a perdoar-se a si mesma e a May é comovente.» | Publishers Weekly
  • «Cara Ava Dellaira: o teu livro partiu-me o coração e voltou a consertá-lo. Tal como Kurt, Janis, Amelia e os outros que já cá não estão mas que de alguma forma permanecem, Cartas de Amor aos Mortos deixa uma marca indelével.» | Gayle Forman, autora de Se Eu Ficar
  • «Intenso e comovente.» | Kirkus Reviews