Utilizamos cookies para lhe oferecer um serviço melhor. Continue a navegar ou saiba mais.


Adicionar ao carrinho

17,50 €

Nº na Coleção: 46
Data 1ª Edição: 10/01/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4706-8
Nº de Páginas: 336
Dimensões: 150x230mm

Opiniões em Blogues

Adicionar à lista
Adicionado à lista:
Visualizações: 4038
Presente em:
5 listas de recomendações
5 listas de favoritos

 

Partilhar:
.
A Última Noite no Chateau Marmont
por Lauren Weisberger (Autor)

Brooke e Julian estão casados há cinco anos e têm uma vida pacata e feliz em Nova Iorque. Mas o seu dia a dia está prestes a mudar radicalmente quando a carreira de Julian como músico alcança reconhecimento à escala nacional. Do dia para a noite, ambos passam a conviver com celebridades, a frequentar os locais mais exclusivos, a ser convidados para as festas mais mediáticas… e a estar sob o olhar constante e indiscreto dos paparazzi. Brooke não se sente confortável com todas as atenções voltadas para si e, quando fotografias comprometedoras de Julian aparecem nas páginas dos tabloides, sente que tem de tomar uma decisão. Poderá o seu casamento sobreviver àquela noite no Chateau Marmont? A Última Noite no Chateau Marmont é o mais recente livro da autora do bestseller mundial O Diabo Veste Prada.


Comentários:
"Simplesmente, adorei o livro! Foi de uma leitura muito agradável, confesso que fiquei presa da primeira à última página, e mesmo cheia de planos para um domingo, não consegui largá-lo até terminar. Recomendo vivamente a quem procura uns momentos descontraídos e agradáveis."
colocado por Dionisia Ribeiro, em 28/4/2014
Gostou deste comentário? Sim Não
Citações
  • «Uma obra incisiva... de leitura absorvente, que não podia ser mais divertida.» | Booklist
  • «Um exemplo alucinante do que poderia acontecer se a nossa vida se transformasse num interminável reality show.» | Entertainment Weekly
  • «O novo romance de Weisberger oferece o mesmo tipo de olhar realista sobre uma subcultura muito própria que encontramos em O Diabo Veste Prada... Tão audacioso e irreverente como a imprensa cor-de-rosa.» | USA Today