Utilizamos cookies para lhe oferecer um serviço melhor. Continue a navegar ou saiba mais.


Adicionar ao carrinho

17,50 €

Editora: Marcador
Data 1ª Edição: 19/08/2016
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-75-4260-2
Nº de Páginas: 232
Dimensões: 156x236mm
Adicionar à lista
Adicionado à lista:
Visualizações: 851
Presente em:
1 lista de favoritos

 

Partilhar:
.
A Terapeuta - Sem Memória Ninguém é Culpado
por Gaspar Hernández (Autor)

Hèctor Amat, um ator famoso que sofre de ataques de ansiedade, vê-se envolvido num terrível crime. Sem saber como, nem porquê, aparece num parque de estacionamento, junto de uma mulher assassinada. Por mais que se esforce para reconstituir os seus passos, não consegue lembrar-se do que aconteceu.

O tempo e a investigação não jogam a seu favor, por isso, Hèctor decide pedir ajuda como derradeiro recurso para recuperar a memória. Visita então o consultório da psicóloga Eugènia Llort, a terapeuta que o atendeu depois do crime. Esta relação, num primeiro momento profissional, vai-se convertendo num relacionamento de dependência, que atingirá limites nada usuais.

Para que Hèctor possa representar, a psicóloga vai todas as noites ao teatro onde ele interpreta Dick Diver, o protagonista de Terna É a Noite. Mas, tal como a sua personagem, um psicólogo que se apaixona por uma paciente, também ele acaba por se apaixonar perdidamente pela terapeuta.


Seja o primeiro a comentar este livro
Citações
  • «Um excelente romance que aborda com sensibilidade e inteligência o problema do stresse e da ansiedade, um dos grandes desafios do mundo moderno.» | Culturamas
  • «Com o seu segundo romance, Gaspar Hernàndez consagrou-se um autor a ter em conta, com enredos que saem muito do habitual.» | De tinta en vena
  • «Muita atenção a este livro. Um romance que trata, como um verdadeiro protagonista, a doença pandémica do nosso tempo. Uma escrita apaixonante, um jogo de espelhos em que sentimos arder as paixões. Nas mãos de Gaspar Hernàndez está a génese de um novo arquétipo. Um romance profundo, brilhante, extraordinário.» | Correo Galego
  • «Neste livro, a ansiedade joga com os protagonistas. Para o escrever, o autor entrevistou meia centena de psicólogos. O resultado é um romance que procura fazer uma radiografia da complexa sociedade do começo do século XXI.» | Faro de Vigo