FECHAR

perm_identity Login
     Ajuda

LIVRO ADICIONADO A LISTA DE DESEJOS

OOPS, TEM QUE FAZER LOGIN PRIMEIRO

LIVRO ADICIONADO
NOVIDADES
PROMOÇÕES
perm_identity AUTORES
Apoio Escolar
Arte
Culinária e Vinhos
Dicionários
Ficção e Literatura
Gestão e Economia
História
Infantis-Juvenis
Lazer
Línguas Estrangeiras
Não Ficção e Ensaio
Pedagogia
Plantas e Animais
Religião, Espiritualidade e Auto-Ajuda
Saúde e Família
recent_actors  COLEÇÕES
library_books  SÉRIES
  PRESENÇA
  MANUSCRITO
  JACARANDÁ
  MARCADOR
library_books AJUDA
CONTACTOS
SAIR




A Porta no Muro
por H. G. Wells

   
ver opiniões >    escreva a sua opinião >


15,15€   IVA incluido


MAIS SOBRE ESTE LIVRO MAIS SOBRE O LIVRO



Wells defendia que uma narrativa fantástica deveria abordar apenas um facto fantástico, opinião que corresponde a uma época de incredulidade, que não acolheria facilmente o maravilhoso. Os contos que escolhemos obedecem a esta prudente norma. A Porta no Muro, que decorre em Londres, expõe uma tonalidade alegórica que não é habitual associar ao nome de Wells. O Caso Plattner, como A Máquina do Tempo, explora as possibilidades inquietantes oferecidas pela hipótese da existência de uma quarta dimensão. Uma bela variante do tema do duplo A História do Falecido Mr. Elvesham. Encontramos dois elementos muito distintos em O Ovo de Cristal: a triste condição do protagonista e um imprevisível desenvolvimento que abarca o universo. A Loja Mágica é um sonho que se transforma em pesadelo e que volta ao estado de vigília para tranquilizar o leitor. Jorge Luis Borges




Data de publicação16-03-2010
colecçãoA Biblioteca de Babel
número na coleção13
Edição1
Número de páginas160
ISBN9789722343268
Dimensões120 * 225
Peso261




H. G. Wells
Herbert George Wells, (Bromley, 21 de Setembro de 1866 ? Londres, 13 de Agosto de 1946), foi um escritor britânico e membro da Sociedade Fabiana. Na juventude foi, sem sucesso, aprendiz de negociante de panos. Em 1883 tornou-se professor na Midhurst Grammar School, até ganhar uma bolsa na Escola Normal de Ciências em Londres, para estudar biologia com T. H. Huxley. Nos seus primeiros romances, descritos como romances científicos, inventou uma série de temas que foram mais tarde aprofundados por outros escritores de ficção científica, e que entraram na cultura popular em trabalhos como A Máquina do Tempo, O Homem Invisível e A Guerra dos Mundos. Outros romances, de natureza não fantástica, foram bem recebidos, sendo exemplos a sátira à publicidade Edwardiana Tono-Bungay e Kipps. Visionário, chegou a discutir em obras do início do século XX questões ainda actuais, como a ameaça de guerra nuclear, o advento de Estado Mundial e a Ética na manipulação de animais. Desde muito cedo na sua carreira, Wells sentiu que devia haver uma maneira melhor de organizar a sociedade, e escreveu alguns romances utópicos. À medida que envelhecia, Wells foi-se tornando cada vez mais pessimista acerca do futuro da humanidade, como é sugerido pelo título do seu último livro, Mind at the End of its Tether. Os seus últimos livros tendiam a pregar mais do que a contar uma história, e não tinham a energia e inventiva dos trabalhos iniciais.

ver mais






AJUDE OS LEITORES INDECISOS
COM A SUA OPINIÃO!



LIVROS RELACIONADOS LIVROS RELACIONADOS




RECEBA DESCONTOS E NOVIDADES




Siga-nos         

FORMAS DE PAGAMENTO E SEGURANÇA