Utilizamos cookies para lhe oferecer um serviço melhor. Continue a navegar ou saiba mais.


Prémio Literário Fundação Eça de Queiroz 2017

O júri do Prémio Literário Fundação Eça de Queiroz 2017, constituído por Guilherme de Oliveira Martins (Presidente), Bruno Vieira Amaral, Dulce Maria Cardoso, Luísa Mellid-Franco e Manuel Pereira Cardoso, em conformidade com o artigo 8.4 do Regulamento, decidiu unanimemente não atribuir este ano o galardão literário.

Concorreram cerca de 170 originais, dos quais se apuraram nove finalistas.

O Prémio Literário Fundação Eça de Queiroz foi instituído pela Fundação Eça de Queiroz e pela Câmara Municipal de Baião tendo em vista homenagear Eça de Queiroz, um dos maiores vultos da literatura e cultura portuguesas, bem como promover e incentivar a produção de obras literárias em língua portuguesa.

O Prémio passará a realizar-se de dois em dois anos e contemplará exclusivamente a categoria de romance. A próxima edição será em 2019 e terá um valor de 10 000€, o dobro do valor pecuniário em 2017.

Os autores finalistas (número de candidatura seguido de pseudónimo):

15 – Xafredo Zoelo

23 – Job Santana

34 – Manuel Ramos

39 – Teodorico

45 – Rita d'Almeida

84 – Lia Carriço

91 – Ordenhador de Seixos

99 – José Augusto

126 – Pero Vaz de Minhas

Data de publicação: 4/7/2017