Utilizamos cookies para lhe oferecer um serviço melhor. Continue a navegar ou saiba mais.


Fantasias de famosos

A editora Presença lança As 1001 Fantasias Mais Eróticas e Selvagens da História, uma compilação da escritora espanhola Roser Amills.

É fácil calcular que Adolf Hitler não deve ter tido uma vida amorosa ou sexual perfeitamente normal (ou feliz, sequer). A sua famosa mulher até à morte, Eva Braun, deixou nos seus diários algumas pistas: Hitler só a queria para sexo, era pervertido, sadomasoquista, com tendências homossexuais e habitual apreciador (Eva diz que até usava binóculos) de strippers, que gostava de ver vestidas (pelo menos no início) com fardas militares. Além disso, mandava trazer raparigas comuns e ordenava que se sentassem nuas no cavalete do seu ginásio para as "inspecionar".

Este é apenas um dos episódios contados neste livro agora lançado pela editora Presença. Trata-se de uma recolha de fantasias e comportamentos sexuais de grandes personalidades ao longo de séculos, feita pela escritora espanhola Roser Amills.

Data de publicação: 14/2/2013
Fonte: Sábado
Jornalista: Marco Alves