Carrinho

João de Barros

João de Barros

João de Barros nasceu na Figueira da Foz a 4 de fevereiro de 1881 e faleceu em Lisboa a 25 de outubro de 1960. Foi escritor, pedagogo e político. Formou-se em Direito pela Universidade de Coimbra. Durante a Primeira República (1910 a 1926) exerceu vários cargos públicos nomeadamente os de diretor do Ensino Primário, diretor do Ensino Secundário, secretário-geral do Ministério da Instrução e ministro dos Negócios Estrangeiros. Foi um grande impulsionador das relações luso-brasileiras. Dirigiu a revista Atlântida, que contou com a colaboração dos principais escritores lusófonos da década 1910-1920. Foi membro da Academia das Ciências de Lisboa e sócio da Academia Brasileira de Letras. Recebeu a grã-cruz da Ordem do Cruzeiro do Sul em 1945. Foi dedicado às letras, deixando uma obra importante, na sua maioria dispersa por várias publicações. Nos últimos anos de vida dedicou-se a adaptar em prosa, para os mais jovens, alguns dos mais importantes clássicos da literatura como, por exemplo, Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões, e A Odisseia de Homero.

Ver todos os artigos